sábado, 29 de setembro de 2012

O endeusamento do alcoolismo

- Velho, ontem na festa, neguinho, chapei pra caralho. Bebi tanta coisa que nem lembro direito. Tinha vodka, 51, run, wisky, cerveja, vinho. Era tanta opção que resolvi misturar tudo pra ver no que é que dava. Fiquei mais louco que o Batman e não faço a mínima ideia de como cheguei em casa. Só sei que acordei com a cabeça latejando, não conseguia nem me arrastar até o banheiro e quando cheguei na beira do sanitário fiquei lá a manhã toda, vomitando o que tinha e o que não tinha no estomago, inclusive os órgãos. Te falar, viu, foi foda demais!

Isso aí em cima é como a maioria dos adolescentes atualmente vêem como uma noite divertida com os amigos. Nós já ouvimos essa conversinha, com um detalhe ou outro diferente, inúmeras vezes, vinda da boca de garotos que ainda não tem idade pra votar no líder da sua turminha no colégio.

Se essa é a sua ideia de diversão, me desculpe, mas você é um grande filho da puta!

Ok, pequenas doses de bebida alcoólica deixam as pessoas mais alegres, desinibidas, com um senso de humor alto, mas se tu se encharcar dessa porra logo vai começar a perder a noção das coisas, se transformando em uma pessoa insuportável, que fala asneiras pelos cotovelos e que passa a ter como principal objetivo estragar a diversão alheia. Beber socialmente é uma arte pra poucos já que a desinibição que o álcool provoca incentiva o individuo a beber cada vez mais, perdendo rapidamente a noção do limite.

A questão não é o consumo em si. Se tu gosta de beber em pouco com os amigos no fim de semana, beleza, compra lá sua garrafas e seja feliz. O que me deixa puto é o status que deram hoje em dia para tal atividade. Atualmente, beber é sinonimo de garantia de diversão. Muitas pessoas chegam a ter a cara de pau de dizer que uma noite só é completa se tiver bebidas, ou pior, se por fim todos estiverem embriagados ao ponto de nem se darem conta do que fizeram!

Porra, velho! Beber torna as pessoas, deprimentes, carentes, chatas e auto-comiserativas, além de alterar a noção do que é certo ou errado, causando grandes estragos em caso de abuso. Fora que o álcool é uma droga. Licita, mas ainda sim uma droga, que leva facilmente à dependência em vista da grande aceitação que se tem por seu consumo em larga escala.

Então beber é cool, né? Me diga como perder totalmente a noção do que se está fazendo pode ser legal...

Uma parcela da sociedade tem o álcool como uma especie de deus. A solução pra todos os seus problemas. Está triste? Bora lá beber! Está endividado? Bebe que esquece a divida! Catou sua mulher fazendo um manege com seus melhores amigos na sua própria cama? Bar + garrafa de 51 + musica de corno + conselho de bêbados em situação pior do que a sua = eu tenho mulher???

A galera se esquece de um pequeno detalhe. O alcoolismo é uma doença! As pessoas morrem por ingestão excessiva de álcool sabia, babacão? O consumo dessa porcaria por um longo período de tempo fode o seu figado e causa doenças como esteatose hepática, hepatite alcoílica, cirrose hepática, pancreatite, além de causar impotência sexual. Com o tempo a bebida, que você acreditava ser uma coisa foda, acaba por te fuder inteirinho e você ainda continua bebendo por causa da dependência causa por ela. E graças ao incentivo da mídia cada vez mais otários entram nessa onda de "fim de semana perfeito = 3 dias de bebedeira".

Mas por quê eu estou com pena de você mesmo, seu bêbado inútil?

Eu e tantos outros (que não somos nada retardados à ponto de beber até cair) somos quem sofremos com esse bando de bêbados filhos da puta que ficam enchendo mo raio do saco, defecando tanta merda pela boca que nem a torcida do Corinthians e do Flamengo juntas conseguiriam metabolizar em seus sistemas excretores.

Quando um bêbado começa a filosofar, corra!

Cara, se você é desses que bebem no fim de semana até cair só pra depois ficar se vangloriando do feito, faça-me um favor: morra lentamente e dolorosamente com um poste colossal, enrolado em arame farpado, enfiado no ânus! Se você é dese tipinho eu sinto pena de você e das pessoas a sua volta por terem de conviver com uma pessoa tão escrota e vazia de conteúdo. O mundo, sem sombra de duvidas, não precisa de gente como você!

Sim, eu sou careta õ.O!

Nenhum comentário:

Postar um comentário